segunda-feira, 31 de outubro de 2016

Empodere as Gordas, Ignore os Haters Gordofóbicos

Povo vocês  sabem que o foco do meu trabalho é empoderar  gordas e não dar mais ibope pra gordofóbicos seja  PJ ou  PF.
As próprias marcas "plus size" opressoras e que não  respeitam e nem garantem representatividade ao seu público gordo,  desde as de fundo de quintal até msm aquelas que já "tem nome no mercado" querem vender pra gordas mas não querem ver sua marca associada a mulheres gordas.
Eu me recuso seriamente a perder  meu tempo com marcas  e/ou tretas gordofóbicas que não resultem em algo de positivo e concreto a favor dos gordos .
E acho que devíamos  nós tds focar MUITO  MAIS, MUITO MAIS MESMO nas gordas e no empoderamento gordo do que fazer propaganda gratuita pra gordofobia sejam os beneficiados  PJ ou  PF.
Precisamos  de posts falando sobre acessibilidade gorda, direitos do consumidor gordo, como fazer pra cobrá-los, como fazer pra denunciar quem não cumpre a lei que nos favorece, como batalhar pela inclusão  social do gordo, etc...
E o que me deixa mais triste é ver que enquanto eu gasto horas pesquisando em diversas fontes pra escrever algo embasado na lei e que nos ensine quais são os nossos direitos e como cobrá-los, os grupos gordos acham ofensivo e o público gordo não se interessa  em ler a aprender quais são os seus direitos  e  como cobrá-los...
Dicas de estilo, roupas etc são ótimas mas não mudam significativamente o problema de autoestima de ninguém! A questão da  autoestima não é algo  que está relacionada a questão estética e sim a noção de valor e reconhecimento de sua próprio importância, está relacionado ao que você  pensa e  sente por si mesma, algo muito mais profundo que aspectos físicos superficiais.
Nós gordas  e simpatizantes, precisamos quebrar esse looping eterno. Todo ano é a mesma coisa. Só muda o nome da marca. Precisamos de mais empoderamento gordo, mais gordas  empoderadas e conscientes da necessidade  de militarmos ativamente  de modo eficaz contra a gordofobia. Precisamos de gordas livres e conscientes da necessidade  desta luta, gordas que não oprimam esteticamente outros gordes, gordas que não condenam  e segregam outros gordos por causa da quantidade de dígitos na balança.
Gorda, gordinha e obesa pra sociedade é  a mesma coisa.
GORDAS DO MUNDO UNI-VOS!
Não oprimam outras mulheres porque vocês pesam dois dígitos e elas 3.
Com a força dividida jamais avançaremos. Nós obesos precisamos ser  respeitados como qualquer outra pessoa e a última coisa que merecemos é receber gordofobia de pessoas menos gordas que nós ou que já foram parecidos conosco.
Por favor  #melhorem  e LEMBREM, NOSSO FOCO É OU PELO MENOS, DEVERIA SER O POVO GORDO!
Quanto aos gordofóbicos, debater, tretar ou argumentar com eles NÃO adianta. Em vez de perder tempo com eles, invista  seu tempo em se empoderar  e empoderar outras gordas!
Use a mesma força e energia e revolta que você gasta denunciando uma postagem gordofóbica pra um milhão  de páginas,  divulgando, lendo, ou compartilhando conteúdo de empoderamento gordo.
Treta com gordofóicos te dá mts likes nas redes, mas, pelo memos EU, falo por mim, não estou  atrás de likes, eu estou atrás  de  corações pra tocar, que estejam sofrendo, precisando e querendo ajuda.
Beijoēs gordos,
Claudia #GorDivah
#QueComeceoEmpoderamentoGordo














Beijões Gordos,

Claudia Rocha GorDivah
Snap: gordivah