sexta-feira, 3 de junho de 2016

Relato de Uma Chikungunyada

É povo ainda tô chikungunyada e fui afastada do trabalho por meu infectologista. Não aguento mais sentir dor 24h por dia.

Essa dor está me matando! E chorar se tornou inevitável de tanta dor e impotência diante duma bostinha de mosquito e vírus que provocam dores absurdamente INTENSAS! Dá vontade de morrer! Pra falar a verdade tem horas que parece que vou morrer mesmo!!!!!!

Estou tendo cãibras nos braços e lateral do corpo, é como se alguém rasgasse a minha carne e torcesse meus músculos enquanto meus osso queimam, ardem e são agulhados....eu não sei o que vai restar de mim após semanas desta tortura, estou incapacitada pela dor e fui afastada do trabalho pelo meu infectologista por eu não ter a mínima condição de trabalhar neste estado.

Nunca imaginei que pudesse sentir e aguentar tanta coisa ruim, tantas dores ao mesmo tempo e isso está me afetando, está me mudando e não tem sido fácil me reconhecer pois tudo que vejo e sinto é dor e lágrimas, elas rolam em silêncio...acho que este é o pior choro, aquele em que a dor é tão intensa que te paralisa, arranca sua voz, gemidos de dor e simplesmente faz as lágrimas rolarem sem fim....

Claudia Rocha