segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

DEPRESSÃO, UM DOS SINTOMAS MAIS PERIGOSOS DA ENDOMETRIOSE!!


Faz um tempinho que não passo por aqui. Estava meio mal, muito deprê. Desde dezembro, quando passei por um estresse, a minha endo voltou e, consequentemente, além da dor, a depressão também. Na verdade, já faz um tempo que quero falar sobre isso, mas acontece tanta coisa que tira o foco. Infelizmente, a endometriose não é uma doença que tem apenas um sintoma. Sabemos que a cólica menstrual, aquela forte, que não melhora com apenas um analgésico, é a principal causa da endometriose. O que poucos sabem é que a depressão também é um dos principais sintomas de quem sofre com a doença. Por isso, nós, portadoras de endometriose, uma hora estamos bem, outrora não. 



A depressão vem acompanhada da instabilidade de nosso humor. Coitados de nossos parceiros! Eu sempre achei que a instabilidade do meu humor variava por outras coisas, como por exemplo, o meu signo. Como sou do elemento água, em um determinado momento estou bem, mas daqui a pouco estou mal. E pensava que fosse normal. Mero engano! O pior é que não conseguimos mudar isso. A depressão é um dos piores sintomas da endometriose e, a meu ver, o de muitas outras doenças. É por conta dela que muitas mulheres tiram a própria vida. Por isso acho importante eu falar sobre o assunto. Nossos parentes não sabem lidar com a situação. No domingo, dia 6, eu fiquei o dia inteiro trancada no quarto. Além da dor, eu não tinha forças para levantar. Sei que muitos acham que depressão não é nada, outros que é doença de desocupado, outros que é doença de rico, porque não têm problemas para ocupar a cabeça, entre outros... Mas não! No caso de doenças crônicas como a endo, a depressão já vem no pacote. O endométrio necessita de hormônios sexuais para crecer e se desenvolver. Para bloquear o crescimento desses hormônios e, consequentemente, a menstruação, temos que usar uma substância que causa o efeito contrário, os chamados de antagonistas do GnRH . A isso dá-se o nome de menopausa induzida. No meu caso, eu fiz uso da dosagem mais alta do Zoladex , a 10,8 mg. Foi um horror! Na época, fiz um post especial contando todos os sintomas. A depressão e a ansiedade são alguns dos sintomas do Acetato de Goserelina, substância que compõe o Zoladex. Mas mesmo sem o uso do medicamento, a depressão já é comprovada em praticamente todas as portadoras de endmometriose. Sei que temos que nos policiar, mas não adianta. Até porque a endo nos traz tanta coisa, que um vai levando o outro. Como as dívidas. No total, as minhas já contabilizam R$ 17 mil reais. R$ 9 mil são só de cartões. E é justamente essa que tira o meu sono. E não vai achando que eu estou endividada porque sai gastando por aí. Não, não é nada disso! É que eu também achava que a endometriose não era nada. Não sabia que era essa maldita! Então, eu pensava que em pouco tempo minha vida profisional voltaria ao normal. Com isso, eu passava os remédios e até a comida nos cartões. Não queria pedir nada a ninguém. Sem trabalho, não tinha dinheiro para pagar as faturas e, a cada mês, os juros dos cartões (que são vergonhosamente absurdos e uma roubalheira), quase 17%. Isso fez com que a minha dívida só aumentasse. Esse é o motivo da minha insônia. O pior é você ser honesta e estar doente, em um país onde, os políticos roubam, sou só eu quem me ferro. Não pagando as dívidas, é o meu nome que vai para o Serasa e, o bandido do político, que rouba a cada dia mais, continua lá recebendo uma fortuna como salário mês a mês. É uma tristeza desesperadora. Beijos com carinho!



Publicado aqui





Beijões Gordos,

Claudia Rocha GorDivah