quinta-feira, 29 de outubro de 2015

PARE De Justificar Sua Saúde Porque Você É Gorda!


É recorrente, quase uma tradição entre as pessoas, gordofóbicas ou não, sempre condicionar a existência do corpo gordo, se este, na opinião, ou melhor, achismo deles, estiver saudável( saudável aqui na leitura deles é estar magro ou nos padrões midiáticos, ou seja, só o físico e dane-se todo o resto que forma o indivíduo que você é).

Primeiro de tudo, não justifique sua saúde, não apresente seus exames, não dê munição pra essa gente tosca que cisma de ficar policiando corpos gordos e nos censurando em tudo. Seu colesterol não é da conta de ninguém, seja alto ou baixo, seus triglicerídeos, sua glicose, sua insulina, nada disso é da conta de mais ninguém a não ser sua! O corpo é seu, as escolhas são suas e não é admissível aceitar que ninguém se meta na sua vida pelo simples fato de você ser gorda e os outros acharem que podem ditar o modo como você deve ser e viver!



Caso a polícia do corpo gordo  more no mesmo local que você e você queira rebater os argumentos furados, no caso do foda-se não ter funcionado, eu sugiro que comece esclarecendo pros opressores gordofóbicos que:

- Saúde não é apenas física, não envolve apenas aspectos físicos do seu corpo

- Saúde também é emocional, psicológica, mental

- Agindo como censores do seu corpo, com a desculpa incoerente de estarem preocupados com a sua saúde(física) eles estão fazendo um puta mal pra sua saúde emocional, psicológica, afetiva, mental...

- Se na visão deles você é um "doente crônico" o que eles são ao torturarem psicologicamente um "doente crônico"? Normais e saudáveis é que não são!

- Nem todo gordo tem doenças relacionadas a obesidade

- Vários magros apresentam doenças, quadros clínicos, que são normalmente relacionadas a obesidade

Se for preciso escreva em cartazes e espalhe pela casa, mande por em email todo dia, espalhe em post-it, o que a sua criatividade ditar.


Não permita que  a liberdade, intimidade que as pessoas tem com você sejam instrumento para te tratarem de modo abusivo, censurando seu corpo ou escolhas, se imponha, demarque seu espaço e autoridade sobre seu próprio corpo! Ninguém tem o direito de ditar quem ou o que você deve ser ou escolher, ninguém mesmo!  Chega de permitir que as pessoas nos exijam explicações e dados pessoais sobre nosso corpo! Basta povo! Ser gorda não é errado e não é desculpa pra deixar ninguém te oprimir por causa do seu tamanho!

Nós não vamos conseguir mudar os gordofóbicos em seres sensatos, mas podemos ajustar nossas atitudes, comportamento e abrir o pensamento pra lidar de forma diferente com a gordofobia. E também abandonar frases gordofóbicas que você repete sem se dar conta, frases como: " ah eu sou gorda mas meus exames estão normais", "ah eu sou gorda fitness", ah eu sou gorda MAS sou saudável", " ah eu estou emagrecendo por isso ou aquilo", "ah o que importa é ter saúde" e lixos desse tipo que só fazem reforçar o estereótipo do gordo no modo pejorativo, como doente, preguiçoso, insatisfeito consigo mesmo, etc....



Eu sou GORDA e ponto! E a minha obesidade, minhas dobras, estrias, celulites, tatuagens, cicatrizes, e toda e qualquer parte do meu corpo não é da sua conta! Não é assunto ou responsabilidade sua! E eu não pedi, aliás, eu tô cagando pra porra da tua opinião sobre meu corpo gordo! Tô pouco me lixando pro seu padrão de beleza, pro que você prefere ou não! Eu não nasci pra agradar a sociedade, eu nasci pra ser eu mesma, livre, ser quem eu quiser,inclusive gorda! E eu NÃO SOU OBRIGADA a  justificar o motivo de ser gorda, não mesmo!



E se vier perguntar sobre informações de exames vai ouvir um belo: Isto não é da sua conta, você não é meu médico! Não te interessa! E vai ser feliz e viver sua própria vida, porque quem é feliz de verdade não perde o tempo que tem perseguindo e fiscalizando gordos! 
Tá preocupadinho com a saúde das pessoas tá, vai fazer medicina então e cuidar de quem for seu paciente!


Não se meta com uma Rainha da Beleza
Meu corpo majestosamente gordo não é um convite pra você se meter na minha intimidade, vida, escolhas! O fato de ser gorda não deixa escrito na minha testa "venha falar coisas gordofóbicas pra mim". Eu sou responsável por mim mesma, meus atos e escolhas e não você! E como vai minha saúde?  Não é da sua conta!