segunda-feira, 5 de outubro de 2015

7 Coisas Gordofóbicas Que Você Faz e Não Se Dá Conta

Recentemente tivemos o caso de gordofobia pública de uma atriz idosa que tem repulsa por gordas o que provocou diversos tipos de reações e foi realmente difícil ficar online sem ver algo sobre o assunto. E o que ela disse não é diferente do que pessoas gordas já ouviram em algum momento da vida. Mas, esse tipo de episódio de gordofobia nos mostra o quão é necessário educarmos as massas sobre  policiamento corporal.

Uma pessoa magra ou de porte corporal  médio não pode simplesmente virar pra uma pessoa obesa e falar que não existe censura sobre o corpo gordo, policiamento corporal quando existem vários exemplos disso em expressões do dia a dia, mídia e cultura. Gordos são diariamente oprimidos em consultórios médicos única e exclusivamente por conta de seu porte físico. A opressão aos gordos existe e é uma ameaça real e grave à saúde psicológica e bem estar de indivíduos gordos.

O fato é que censurar corpos gordos não vai fazer ninguém emagrecer, e cria um estigma que faz uma mal enorme aos gordos em vez de ajudar em alguma coisa, de acordo com um estudo publicado no jornal científico PLUS ONE. Minha esperança é que a maioria das pessoas esteja tentando se tornar um aliado dos gordos que sofrem policiamento corporal e não intencionalmente tentando machucar indivíduos gordos. Contudo, nós podemos acidentalmente sofrer policiamento corporal, por isso  há a necessidade de repensar a linguagem e ideias que censuram o corpo gordo, que tem sido continuamente plantadas a alimentadas em nossa mente ao longo dos anos desde que nos entendemos por gente.



  1. "Eu aceito perfeitamente que algumas pessoas sejam gordas por causa de alguma condição clínica ou algo assim!"



Antes de mais nada, preste atenção no que está dizendo, pode até parecer que não é algo tão terrível assim de se dizer. Você está dizendo que realmente entende que as razões porque um corpo é gordo, podem ser variadas. Parece certo? Nem tanto. Aceitar de modo seletivo algumas pessoas, baseado no porte de seus corpos é um puta preconceito. Aceitar  e respeitar a existência de gordos não deveria ser condicionado a tireoide deles. A aceitação de gordos deve acontecer sem exceções e ponto



     2. " Você não é gorda! Você é linda!"




Essa declaração é extremamente problemática porque reforça a ideia errada que não é possível ser gorda E bonita, que uma coisa invalida a outra. As pessoas podem ser gordas E bonitas e ponto final!


    3. "Por favor pare de chamar a si mesma de gorda. Não fale assim de si mesma"


É o seguinte: muitas pessoas usam o termo gorda como xingamento. Contudo, muitos gordos estão desconstruindo essa ideia e recuperando o termo como empoderador em vez de algo pejorativo. Você não  pegaria no pé de seu amigo de dois metros e meio de altura se ele se referisse a si mesmo como "alto", certo? Por favor deixe as pessoas livres para se referirem a si mesmas como quiserem e bem entenderem!



     4. " Ugh eu sou tão gorda!"




Tá, pera aê: Eu não acabei de dizer que as pessoas que tudo bem se as pessoas quiserem se referir a si mesmas como gordas se elas quiserem? Sim! SE elas forem de fato gordas. Quando pessoas de tamanho regular que nunca foram marginalizadas por serem gordas decidem adotar a palavra, isso descaracteriza e enfraquece um pouco o poder de uso do termo, por gordos de verdade.

Quando você estiver simplesmente cheio ou se sentindo mais consciente do espaço que seu corpo ocupa, então se expresse. Não transforme corpos gordos em piada ou use as conotações negativas do termo como forma de conseguir validação alheia, elogios para massagear seu ego. Todos nós temos batalhas com nossa imagem corporal ás vezes, mas adotar o termo só porque você acha bonitinho não ajuda ninguém.



     5. "Você tem um rosto tão bonito"



De novo, isso parece até um elogio, certo? Bom, gordos estão mais do que acostumados a serem elogiados pela aparência/beleza de seus rostos e nada mais. Tem sido usado como uma micro-agressão contra todas as pessoas de porte grande. levanta a mão quem já ouviu "Você ficaria tão linda se emagrecesse uns quilinhos. Você tem um rosto tão lindo!" Como assim, o que há de tão errado com o resto do meu corpo?!


     6. "Eu nem acredito que perdi 10 quilos!Me sinto ótima"



Mesmo que você apoie e seja positivo sobre o tamanho do corpo do seu amigo, mesmo que você não esteja falando pra ninguém entrar de dieta, mesmo que você esteja se sentindo positiva sobre sua mudança corporal e perda de peso, o papo sobre dieta é incrivelmente problemática para muitas pessoas gordas, pode ativar gatilhos emocionais horríveis. Nós aturamos durante anos pessoas falando sutilmente que poderíamos perder alguns quilinhos, o que torna difícil aturar qualquer papinho de dieta ás vezes.

Tudo bem se sentir feliz com mudanças em sua vida que te deixam feliz, mas ficar com o papinho de não sei quantos quilos off pode ser prejudicial a saúde mental das pessoas a sua volta. É claro que falar de forma positiva sobre sua mudança corporal e que está feliz com ela poderia até ser legal se o fato de ganhar peso e ficar feliz com isso fosse igualmente aceito socialmente como a perda de peso é. Mas me diz, com que frequência você vê fotos de antes e depois em que o "depois" é um corpo gordo?



     7. "Nossa você vai usar isso? Você é tão corajosa!"




É o seguinte: Nós sabemos que as pessoas, julgam, zombam, jogam piadinhas e xingam os outros por causa da sua aparência física, tipo de corpo, peso. O tempo todo! Se sua amiga ou alguém que você conhece decide sair usando saia curtinha ou vestido coladinho ou uma camisa com  nó na cintura é grande a chance de nós já termos avaliado a reação das pessoas ao nos verem quebrando as regras do mundo plus size e como isso irá nos afetar. Nós sabemos como as pessoas vão reagir e obviamente não nos importamos o suficiente com a opinião da sociedade ao ponto de deixar que isso nos impeça de vestir o que quisermos.


Usar roupa em público não deveria ser considerado um ato de bravura, quanto mais gatas gordas forem capazes de fazer o que quiserem sem que isso se torne um espetáculo, mais comum, normal vai ser a reação das pessoas ao verem gordas fazendo coisas comuns que qualquer pessoa faz.

Estar consciente do que e como você fala com as pessoas gordas que conhece faz com que você pare de policiar e censure menos as pessoas gordas,mas, isso não quer dizer que você não vá pisar na bola de vez em quando. Então se você falar algo gordofóbico, peça desculpas, siga em frente e evite fazer isso de novo no futuro. mas, não esqueça de se desculpar. Isso por si só, irá te separar dos 80% restantes no mundo que não o fazem.



Inspirado e traduzido livremente a partir daqui



Beijões Queen Size,

Claudia Rocha GorDivah