sexta-feira, 17 de abril de 2015

Intolerância Aos Gordos e Tolerância Com a Gordofobia


Sabe uma das coisas que tenho visto muito e tem me chocado? É cada vez mais recorrente ler comentários ou críticas de gordos aos gordos dizendo coisas como:

- "Se você tem baixa autoestima por causa de gordofobia, deve procurar um psicólogo ou terapeuta e não se abrir online......Eu não me abato com isso...."
Como se todo mundo pudesse pagar um terapeuta ou psicólogo né. E outra, não somos robôs que vem com a mesma configuração de fábrica, cada um tem sua estrutura emocional e realidade financeira. Nem todos podem pagar um psicólogo e nem todos só superarão com um psicólogo, cada caso tem suas características únicas.

- "Eu achei o preconceito engraçado e acho frescura as pessoas se abaterem com isso..."
O que me chama mais atenção é ver que pra meter o pau em outros gordos, sobram comentários, mas, para apoiar outro gordo que não tem o mesmo senso de humor que você e é mais frágil psicologicamente ou emocionalmente quase não se vê comentários de apoio. Gordofobia é delito, condenado por lei e pode gerar multa ou prisão, mas mesmo assim é tolerado como apenas um tipo de humor, que prejudica muitas pessoas.....



- "Quem reclama de gordofobia está fazendo papel de vítima"
E geralmente os comentários são feitos por pessoas que nem gordas são, pesam dos dígitos e tem no máximo um pouco de sobrepeso. Você não sabe o que é ter 3 dígitos e enfrentar trens e metrô todo dia, escadas, banheiros, cadeiras, um mundo não adaptado para você. Um mundo onde as pessoas te olham de modo esquisito, com desprezo, nojo, raiva, como se você não fosse uma pessoa.

- "Temos que não nos abalar e ignorar a gordofobia"
Oi? É sério isso? Devemos simplesmente ignorar que temos direitos de portadores de obesidade? Aqui acho que talvez a pessoa não aceite muito bem ser gorda e ache mais fácil engolir o preconceito do que se unir e protestar e reclamar por seus direitos. Talvez a pessoa que diz isto não tem uma família gordofóbica, não trabalha numa empresa que ridiculariza os gordos, tem condição financeira de pagar muito caro por roupas maiores, não depende de transporte público para se locomover dentre outras coisas. Esta pessoa deve viver num mundo de arco íris à parte, com nuvens de algodão doce  e unicórnios alados.



O que precisamos é acordar e entender que enquanto continuarmos abaixando a cabeça para a gordofobia, engolindo preconceito atrás de preconceito, nunca avançaremos na luta pelos nossos direitos. Nenhum gordo está livre de sofrer um acidente e precisar de maca, equipamentos hospitalares adequados para atendê-lo. Precisamos nos conscientizar que o governo deve cumprir o que a lei determina, precisamos de acessibilidade! Precisamos ser respeitados e não ridicularizados e ignorados! Precisamos nos unir nessa luta e parar de pensar e falar só em moda plus size, isto é importante? Sim,  é! Mas nós gordxs não queremos só roupas e calçados pro preço justo, queremos dignidade, respeito e usufruir dos direitos que a lei nos garante como qualquer outro cidadão!



Não aguento mais ver gordos atacando gordos e menosprezando a questão da gordofobia, fora que hoje em dia, a pessoa magra engorda 3 kg e já diz que é gorda né!? Mas isso fica pra outro post. Chega de ignorar e tolerar a gordofobia e menosprezar e ser intolerante com outros gordos. Desunidos nunca vamos conseguir nada!
Acorda pra vida real povo!








Beijões Queen Size,

Claudia Rocha GorDivah