quarta-feira, 12 de novembro de 2014

Ele é areia demais pro seu caminhão, Gordinha! - Oi?!


A cada dia que passa mais me dou conta do quanto a sociedade é hilária, preconceituosa e ridiculamente machista. Durante um almoço ouvi a seguinte história de uma amiga minha que é uma linda modelo plus size: umas sirigaitas invejosas viram procuraram no facebook, a foto do marido da minha amiga e foram ao encontro dela dizendo fulana eu vi a foto do seu marido, olha cuidado hein...ele é muito bonito....muita areia pro seu caminhãozinho. Ao que minha amiga respondeu: ele é quem tem que tomar cuidado, eu é que sou areia demais para o caminhão dele!

Amei a resposta da minha amiga e postura dela diante do ocorrido. É incrível como as pessoas não tem a mínima noção da realidade. Como podem não se dar conta do absurdo, do preconceito que batem na cara dos outros, com violência! Quer dizer, eu enquanto mulher gorda preciso tomar cuidado se outras mulheres se interessam pela pessoa que está comigo? Já não basta a luta diária contra o gene maldito da insegurança feminina, ainda tenho que lidar com a insegurança que outras mulheres tentam enfiar minha goela abaixo? Ah faça-me o favor né? Mulheres gordas não vivem uma relação de parasitismo com os companheiros, relacionamentos começam e acabam, assim é a vida. Se alguém termina comigo, paciência, não era pra ser mesmo, melhor assim, agora ter que ficar ouvindo piadinha de magrela mal resolvida, mal amada e insatisfeita sexualmente(para não falar outra coisa) não dá né!

Grande parte da sociedade acha que é impossível alguém amar mesmo de verdade uma mulher gorda, ter um relacionamento longo, saudável, leal e fiel. Acham que gorda tem que topar qualquer parada para segurar um cara e ficar noiada pensando que tem sorte por estar com alguém. Como se fosse um enorme favor ficar com ela, beija-la e fazer amor com ela.

Meu peso não anula, invalida minha beleza, sensualidade, valor como mulher, pelo contrário, me torna uma linda mulher rubenesca, boteriana, com um delicioso excesso de maciez e fofura, curvas muito mais generosas e uma gostosura queen size! Isso para mim e para o sortudo que entrar na minha vida, mas para muitas garotas aí fora, de tanto ouvirem essas asneiras acabam se anulando, abatendo, ficando inseguras e se tornam infelizes, pois começam a acreditar nessa mentira absurda, de tanto que as pessoas repetem o preconceito vira verdade absoluta, incontestável. As lindas gordinhas acabam concluindo erroneamente que não são merecedoras do amor, da felicidade de ter alguém do lado que as ame e deseje apaixonadamente, como  mulher, independente do peso. E olha que o afrodisíaco mais poderoso para mulher é sentir-se desejada ardentemente pelo parceiro, mas por causa da lavagem cerebral as gordinhas ficam encanadas e acabam estragando oportunidades legais que aparecem de tão inseguras que ficam por causa das caraminholas que invejosas mal amadas colocaram na cabeça delas.

Então vamos parar logo com esse discurso imbecil, mentiroso do " ele é muita areia para seu caminhão, gordinha". E ainda digo mais, eu quando magra não era tão cortejada como sou agora que peso o dobro do que pesava na época, nunca me senti tão linda, segura, feliz, realizada e desejada. E sei que sou um partidaço, um carregamento de areia queen size que não cabe em caminhãozinho não, mas, precisa de vários vagões, um trem inteiro para ser transportado!



Image and video hosting by TinyPic







Beijões Queen Size,