terça-feira, 24 de dezembro de 2013

Não, Eu Não Curto Natal, Mas Acho Que Posso Suportar Mais Um Dezembro

Talvez a imagem de um Grinch tenha vindo à sua mente ao ler o título do post, mas eu realmente não gosto de Natal. Das lojas cheias, das pessoas emocionadas e bêbadas, das visitas obrigatórias, dos clones natalinos que substituem as pessoas nessa época do ano, sim, porque as pessoas mudam de tal jeito que fico me perguntando que será que acontece na noite da virada de novembro para dezembro.

Nem sempre fui assim, já amei Natal, mas hoje arrisco até mesmo dizer que quase odeio. Acho um saco amigo-oculto, e se der digo mesmo, odeio e não quero participar, é super antipático eu sei, mas depois do câncer fiquei assim mesmo, falo quando não me sinto confortável em fazer algo, passei a me importar mais comigo e meu bem estar....

Eu gostava um pouco do Natal quando meu pai e avó estavam vivos, e no período da infância quando não tinha muita noção dos dramas da humanidade. Das obrigações em cozinhar, limpar, comprar tudo novo para enfeitar a casa, comprar roupas novas, ficar presa no calor da cozinha, mofar na fila do mercado comprando mais algum ingrediente que acabou.....

Hoje em dia não me importo mais, mas comecei a pensar em algumas pessoas muito próximas e queridas e quantos "Natais" ainda estarei por aqui e decidi que este será o meu último Natal ignorado. Continuo não curtindo, mas estou disposta a construir novas lembranças e hábitos, embora ainda odeio essa palhaçada toda....mas só ano que vem.