quarta-feira, 9 de outubro de 2013

Não Sei Brigar

Sabe quando te entristecem e você por não saber bater boca, discutir, ficar com raiva, mágoa, sede de vingança, você fica extremamente triste e desanimada? Pois bem, eu sou assim, eu não sei brigar e quanto mais me machuca o que fazem, mais sem ação e pra baixo eu fico...e perco a fome, perco a vontade de rir e aumenta minha vontade de silêncio, necessidade de ficar quieta e só comigo mesma.

E desta vez, foi um caixote atrás do outro....parece que esta semana decidiram testar meus limites, e eu que achava já estar no fim da minha capacidade, descobri que posso aguentar mais ainda.....mas por mais que eu sempre aguente mais e mais isso não significa que essa seja minha vontade, que eu vá aceitar engolir tudo o tempo todo indefinidamente. De jeito nenhum! Estou cansada de tanta coisa e tanta gente!

Não sei se sou eu que sou muito estranha ou se foi tudo que vivi na vida que me fez assim, mas acho que a maioria das pessoas faz tsunami em colher de água, complica coisas que seriam tão simples...é tanto orgulho besta, tanta vaidade, vontades, que parece que quanto mais o tempo passa, mais birrentas, insensíveis e egoístas as pessoas se tornam. Talvez meu mal seja esse, simplificar demais as coisas, ter o peito sempre aberto, mimar sempre as pessoas e esperar no mínimo um pingo de respeito de volta.....mas não....

Esperar o melhor e me preparar para o pior, assim sobrevivo e se não sobreviver, numa boa, hoje nem tô me importando mais  quanto tempo ainda me resta, se a morte me beijar hoje, pra mim é lucro! Não, pera lá, domingo tem Black Sabbath, eu não quero perder esse show por nada!

Eu queria simplesmente esquecer TUDO de ruim que estou sentindo agora, apagar da memória as palavras injustas, arrancar das costas as flechas e punhais cravados. Não lembro a última vez que fiquei triste assim...e o mais engraçado é que se eu morrer em breve, nem remorso sentirão.....como é incrível a frieza e insensibilidade das pessoas hoje em dia. Tudo é imediato, descartável e voltado para satisfazer os desejos, vontades de modo instantâneo e superficial...raso e frio.

Quero tirar férias da desumanidade, barulho de vozes vazias e corações que não pulsam. Quero ir para algum lugar onde eu possa ter um pouco de sossego, onde eu não conheça ninguém, onde ninguém me peça nada, onde eu possa ser apenas eu, sem censuras, recriminações, um lugar onde eu possa acordar se quiser, continuar dormindo se desejar, comer o que e quanto quiser e se não quiser não comer também....um dia livre em que eu não tivesse que atender o telefone, e nem me vestir se quisesse, um dia sem pensar em nada, sem me decepcionar com ninguém, um dia sem dúvidas, sem saudade, sem tristeza, um dia apenas comigo mesma....

Como não vejo como fazer isso tão cedo, jogo meu cabelo, deixo minha setlist rolar e sigo cantando para todos aqueles que tentam me atingir, derrubar, machucar, desprezar, descartar....shoot me again...I ain't dead yet!!!





OBS: Este post foi programado, bem como os demais publicados antes deste....retorno em breve.