quarta-feira, 4 de setembro de 2013

Queria Parar O Mundo, Só Um Pouquinho


Está chegando de novo a hora de voltar ao médico, parece que a dor sabe disso e resolve dar sinal de vida de novo...ai, não quero mais falar em dor. Estou cansada,triste,nervosa, preocupada, confusa, ansiosa e com mais uma penca de sentimentos disputando espaço aqui dentro. Pelo menos uma das decisões mais importantes que eu precisava tomar já tomei, e agora é só aguardar e planejar bem para colocar em prática o que era antes um mero pensamento, vontade e agora é um plano de verdade! Eu só quero e preciso que setembro acabe logo!!

Em outubro tem o show do Black Sabbath e Aerosmith em semanas seguidas e no meio o evento mais importante do ano lá no trabalho...nossa esse ano está demorando mesmo a passar...como eu precisava de uma tardis e um Doctor na minha vida que não fosse o meu claro. Acho até que não vou mais no médico não sabe? Eu sempre fico mal quando tenho que ir e eu simplesmente odeio médicos. Tô de saco cheio de fazer exames, de saco cheio dessa rotina de paciente com câncer, dos cuidados, limitações, proibições e ser vigiada o tempo todo, ser policiada em tudo que faço...ah eu quero fugir! Quero ir para algum lugar, qualquer lugar longe daqui onde ninguém me conheça, onde eu possa ser, fazer, comer, ir aonde eu quiser, como quiser! Dá vontade de pegar minha mochila, tirar uma folga, partir para rodoviária ou aeroporto e ir pro primeiro lugar que me der na telha....em vez de folga poderia até ser férias! Preciso de um pouco de silêncio, calma e paz. Parar meu mundo só um pouquinho, por um breve instante de quietude sem cobranças, sem ter que dar explicações de nada para absolutamente ninguém.


Não é pedir muito, é? Acho que mereço essa pausa. Estou com os sistemas sobrecarregados e meio desconfigurada. Acho que preciso formatar, resetar ou substituir minha placa mãe, meus processadores porque tá difícil viu. Tá aí, vou fazer isso hoje, vou me esvaziar reinventar, reciclar, sei lá, eu só não aguento mais continuar assim. Chega de incertezas e coisas pela metade na minha vida, vou jogar tudo que não for inteiro fora e recomeçar!