quinta-feira, 15 de agosto de 2013

Marido Comove Ao Mostrar A Luta Da Mulher Contra O Câncer De Mama



O que você faria se descobrisse que sua mulher contraiu uma doença grave? O fotógrafo Angelo Merendino preferiu deixar a tristeza e preocupações de lado e registrar a batalha de sua mulher contra o câncer.
O resultado foi um comovente projeto chamado “The battle we didin’t choose – My wife’s fight with breast cancer” (“A batalha que nós não escolhemos – A luta da minha esposa contra o câncer de mama”). 


  
Após cinco meses de casamento, sua mulher Jennifer foi diagnosticada com tumor nas mamas. Durante os cinco anos em que ela se submeteu ao tratamento quimioterápico, Angelo manteve ao lado dela. Jennifer venceu o câncer de mama ainda em 2008. Entretanto, menos de dois anos depois, exames mostraram metástases e a doença se espalhou para outras partes de seu corpo.
O câncer atingiu os ossos de sua cintura, o fígado e o cérebro. Para combater os tumores, Jen teve que passar por diversas sessões de quimioterapia. A quimioterapia acabava danificando também as células saudáveis da paciente. Por isso, Jen sofria de uma dor crônica, dos efeitos colaterais de sua medicação.


O sofrimento comprometia a rotina do casal. Eles achavam que os amigos ou parentes que moravam em outros Estados dos EUA não estavam entendendo a situação que enfrentavam. Para compartilhar essa dura realidade com familiares e amigos, Angelo começou a registrar em fotos todos os momentos de Jen. A princípio, o casal só queria mostrar as cenas para as pessoas próximas. Entretanto, os dois “escolheram encarar todos e postar as informações na web, para as pessoas quisessem [buscar]“, disse Angelo ao site The Huffington Post.
“As pessoas tendem a partir do pressuposto de que o tratamento faz você se sentir melhor, que as coisas voltam a ficar OK, que a vida volta ao “normal”. Porém, não existe nada normal na terra do câncer”, afirma Angelo.



A luta de Jen contra o câncer virou um ensaio fotojornalístico, um documentário sobre “o desafio, a dificuldade, medo, tristeza e solidão” na batalha mais importante da vida dos dois.
Com o projeto, o fotógrafo espera ajudar as pessoas do mundo todo na prevenção do câncer. Em entrevista à CNN, ele disse que “quer que as mulheres façam mamografias e homens, check-ups”. Ele também torce para que todos fiquem mais conscientes sobre o sofrimento dos outros e saibam que, às vezes, não é preciso saber o que dizer. “Às vezes, basta dizer: “Eu te amo”.
Angelo não encara com tristeza essa história. Ele mesmo afirma que não trocaria os cinco anos que viveu com ela por nada nesse mundo. Você seria capaz de encarar isso tudo ao lado da sua parceira?














 Retirado de  Manual do Homem Moderno




Esse tipo de matéria sempre mexe comigo, só quem já perdeu alguém pra essa doença ou teve que lutar contra o câncer pela própria vida sabe o quanto precisamos de amor, compreensão, paciência e carinho nessa luta.

Que todos os que estão lutando possam ter amor de verdade e força para superar tudo. E que aqueles que não tem um amor, possam encontrar um antes do fim.



Beijos Queen Size,

Kcal GorDivah