sexta-feira, 17 de março de 2017

Prazer Estranho!


No meio de uma playlist gigante do QUEEN que comecei a ouvir pois lembrei de você e deu vontade de ouvir, do nada aparece o Pink Floyd melodiando um desejo recorrente meu, uma vontade de ter você ao meu lado toda vez que vejo algo e penso que você gostaria de ver ou ouvir ou até mesmo comprar algo, junto com a lembrança vem de dentro um "Wish You Were Here" .

E nem faço ideia se você curte PF ou não,mas, talvez, quem sabe você também lembre de mim às vezes ao ver algo no meu/nosso estilo, quem sabe você lembre da GothDivah no caminho pra casa, quem sabe ao brindar com sua bebida preferida você pense "queria que ela estivesse aqui para brindarmos juntos"...talvez uma bloody mary no cardápio te faça lembrar da cor do meu cabelo, a pimenta aguce seu paladar e te faça imaginar quão ardente nosso beijo seria....

E na jukebox começa a tocar Light My Fire...que é o que você faz comigo como ninguém jamais fez....

Alguém grita hey inferno na torre, vc aqui? Penso nossa! Há quanto tempo não me chamam por esse apelido....sou jogada num turbilhão de lembranças e emoções do passado, nos cumprimentamos, trocamos celulares de novo e de novo combinamos um cinema que sabemos que nunca vai rolar, mas o café e o donut e a carona foram ótimos.

A vida é cheia de quase ou e se dependendo do caso, no meu caso é cheia de quases, eu quase sempre quebro a cara quando digo o que sinto pra alguém, sabe aquele dom pra se apaixonar por quem não é apaixonado ou não vale nada? Pois é, conheço bem. Mas apesar de tudo, ainda prefiro uma vida em que a coragem supera o medo, uma vida de mergulhos de jumpsuit despenhadeiros abaixo, bungee jump em dupla, melhor cair em queda livre do que nunca sair do lugar, nunca sentir a adrenalina arrepiando sua pele e o vento à toda em seu rosto, livre como uma ave planando no céu ao sabor das correntes.

Nos despedimos, sigo pra casa e onde menos espero conheço uma pessoa nova que é simplesmente bem parecida com meu jeito de ser, tão bom quando rolam umas identificações instantâneas, e isso não tem sido muito raro, não sei se estou mais solta, não sei se é a medicação pra dor, mas essa mudança no estilo e ritmo de interação é tão maravilhosa em certos dias. Se alguém me dissesse hey quer participar de um experimento? Você terá que conhecer uma pessoa nova todo dia e conversar com essa pessoa, topa? Eu acredito que não toparia mesmo, mas, é o que tá rolando e não é que tô amando isso gente!

Acho que estou conhecendo mais gente na vida real do que ganhando inscritos em meu canal kkkkkkk
Apreoveita que leu até aqui e se inscreva, assim vou saber quem leu tudin!














Beijões Gordos,

Claudia Rocha GorDivah
Snap: gordivah

terça-feira, 14 de março de 2017

Vou Te Contar Um Segredo: Viver Tentando Agradar Todos É Uma Prisão! É autosabotagem! LIBERTE-SE!!!



video



Mana, não importa quem você é ou finge ser pro mundo, você nunca vai conseguir agradar todo mundo em tudo, seja com sua aparência, cor ou tipo de cabelo ou estilo!!

Acorda pra vidaaaa!! LIBERTE-SE!! OUSE! 

Que tal se redescobrir e começar a ser você mesma a partir de hoje?

Que tal largar quem não te valoriza e se amar em primeiro lugar? Quem te faz feliz não é o outro e sim você mesma! Pense nisso: antes o amor próprio, depois o correspondido. 

Se o outro não te valoriza, se valorize e dê no pé!

AME-SE EM PRIMEIRO LUGAR, SEMPRE!! E chega de fingir ser quem você não é, quem tiver de gostar de você vai gostar de quem você é de verdade e não de uma versão camuflada, disfarçada sua, mostre suas cores, sua personalidade, quem você realmente é!















Beijões Gordos,

Claudia Rocha GorDivah
Snap: gordivah

quinta-feira, 9 de março de 2017

A Vida é Maior do que o Facebook

Não importa o tamanho das dores, sejam elas físicas, emocionais, espirituais, você é maior que sua dor física, você é maior do que a dor que te causaram, você é maior do que a dor que só você entende e vivencia.
Cuide sim de suas dores, mas não para se apegar às mesmas, não guarde rancor, ódio, ressentimento, não remoa o que fizeram de errado ou mau tratamento que te deram, se te julgaram de uma forma e te definiram como algo que você não é, cultive a paciência, tenha o entendimento que a percepção errônea que as pessoas tem sobre você, NÃO TE DEFINEM. Se você se conhece e tem consciência de que o outro teve uma percepção distorcida, não crie nem alimente inimizades, desafetos, essa pessoa tá precisando de mais luz na vida pra enxergar as coisas e pessoas de uma forma "mais iluminada".
Sabe quando as pessoas vão ao cinema e a visão ao sair do escuro ou entrar fica meio confusa? Então, há pessoas que enxergam a vida e os outros assim, se estão no escuro ou local mal iluminado, quando enxergam algo de brilho mais intenso, não conseguem reconhecer direito o que veem.
A vida é muito maior do que comentários/posts/o que seja, em redes sociais. A vida é muito maior do que aquilo que pensam de errado sobre você. Te trataram mal? Não deixe isso estragar seu dia, não cultive desafetos, desapegue de desafetos, sentimentos ruins, ressentimentos, rancores, necessidade de "mostrar/provar que o outro está errado", siga em frente, "big pictururize" sua visão da vida, amplie sua mente, enxergue além. Tenham todos um excelente dia com muita luz e força e sabedoria e paciência para superar todos os obstáculos  que surgirem da melhor maneira possível. Beijões gordos
Por #ClaudiaGorDivah
As muitas faces da gordofobia e como lidar com elas! ASSISTA O VÍDEO COMPLETO LÁ NO CANAL: https://youtu.be/YuypZURiL7A


















Beijões Gordos,

Claudia Rocha GorDivah
Snap: gordivah

quarta-feira, 8 de março de 2017

Inscreva-se no Canal GorDivah

❣Inscreva-se no Canal GorDivah ! youtube.com/user/gordivahnoar/?sub_confirmation=1

sexta-feira, 3 de março de 2017

Névoa

"Gosto de ver você dormir que nem criança com a boca aberta...."
Uma imagem e uma música que disparam milhões de pensamentos, devaneios, anseios....um colo, um cafuné, um sonho.
É como se por um piscar de olhos eu pudesse me ver com seus olhos, admirados me decorando num só olhar enquanto sonolenta repouso minha cabeça no seu colo e seus braços me envolvem com tanta ternura que me fazem querer lutar contra o sono e o cansaço de uma  longa jornada só para continuar a te sentir aqui comigo...Adormeço e acordo te procurando e percebo que foi apenas uma névoa que se dissipou com a manhã, um sonho muito real, mas, que ainda assim me fez acordar sorrindo embora intrigada por ter sonhado assim com você....tomo meu café e me convenço que sonhos não tem ligação com a realidade, que foi por causa de alguma história que li antes de dormir que sonhei assim com você.

Inscreva-se em nosso canal youtube.com/c/gordivahnoar

#blogueiragorda #blogueiragordivah
#gordivoh #gordivohs
#ClaudiaRochaGorDivah  #gordivah #gordivahs
#gordivahsmaravilhosas   #gordivahdivando  #canaldagordivah
#fatpwr #gordivahpwr  #BlogGorDivah  #CanalGorDivah  #ClaudiaGorDivah #youtubergorda  #youtubergordivah #gordivahcarioca #gordivahyoutuber

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

Magras Não Sofrem Gordofobia!

🌸 Pessoas magras não sofrem gordofobia, pessoas magras sofrem pressão estética 🌸

Eu sei que muita gente tem dificuldade de diferenciar as duas coisas, então vamos lá.

Vou me usar de exemplo, ok?

Glainá com 18 anos pesando 130kg, essa Glainá sofreu gordofobia. E não tem a ver com "gorda maior" "gorda menor". Tem a ver com a Glainá que perdeu oportunidades de emprego em decorrência do peso. Tem a ver com Glainá não poder sentar em qualquer cadeira, não ser acolhida corretamente e confortavelmente em locais, cadeiras, roletas e espaços públicos como cinema, por exemplo.
A Glainá que sofreu gordofobia é a Glainá que teve atendimento médico negligenciado ao admitirem que qualquer problema que ela tinha era em decorrência do peso, deixando de procurar as verdadeiras causas. E isso é extremamente perigoso. Isso mata.
A Glainá que sofre gordofobia é a Glainá que era patologizada por ser gorda e só.

A Glainá com 83kg, apesar do 1,58 de altura, essa Glainá não sofre gordofobia mais. Essa Glainá ainda vai ser chamada de gorda, ainda nao vai encontrar tudo que gostaria de vestir, ainda vai ser alvo de comentários e preconceitos. Mas essa Glainá sofre PRESSÃO ESTÉTICA, a mesma pressão que sofreu a Miss Canadá.

Essa pressão atinge mulheres de todas as idades e tamanhos pq nós somos forçadas a conviver em ambientes que não aceitam uma ruga, uma barriga ou celulite sem que isso seja apontado como defeito.

A pressão estética é o que faz a Miss Canadá com um corpo padrão ser chamada de gorda. É a pressão estética que faz mulheres tirarem pedaços da bochecha pra ficar com rosto mais fino, preencher lábios e levantar sobrancelha. É a mesma pressão estética que faz as musas fitness no Instagram serem tidas como deusas, abusarem do photoshop pq não se sentem confortáveis na própria pele.

É o pânico de ser humano. Pq não existe nada mais humano do que nossas características naturais.

Gordofobia é mais do que sua família fazendo piada de gorda ou não achar roupinha na Renner.  E tá tudo bem você já ter se confundido, quem nunca? Eu mesma já questionei a linha divisória das duas coisas.

Mas nunca é tarde pra entender uma luta, mesmo que ela não seja sua.

domingo, 12 de fevereiro de 2017

Faces da Gordofobia


Watch video on YouTube here: https://youtu.be/YuypZURiL7A
via Canal GorDivah No Ar

O grupo de rock formado por freiras que já fez show para o papa












Uma banda de rock peruana composta totalmente por freiras virou uma sensação na internet - elas já se apresentaram até para o papa Francisco.
Segundo a irmã Mônica Nobl, o grupo musical, chamado Siervas ("Servas" em espanhol), se formou em um convento em Lima.
Conversando sobre música, as freiras perceberam que várias delas sabiam tocar diferentes instrumentos.
“As pessoas se esquecem de que as freiras eram pessoas normais antes de se tornarem freiras. Nós somos como você, nós ouvimos música pop e rock a vida toda”, disse a religiosa.
A banda compôs músicas e gravou vídeos que viralizaram - para encontrá-la nas redes sociais, basta procurar por @SiervasMusica.
As freiras se apresentaram para o papa Francisco durante uma visita dele ao México.
Depois disso, passaram a receber convites para se apresentar em diversos países.
“Nós vamos para onde Deus aponta. Não temos planos preestabelecidos”, contou a irmã Mônica Bobl.























Beijões Gordos,

Claudia Rocha GorDivah
Snap: gordivah